Flor de mãe 3 – Relato de Parto – A cura de um feminino machucado.

O Par(ir) e o Maternar (amar) salvaram o meu feminino – Durante grande parte da vida aqui na terra me lembrava de um feminino machucado, ferido e adoecido. De um feminino escondido por si e por muitos daqueles que se fizeram presentes. Quando me conscientizei desse movimento me tornei consciente do adoecimento dessa força em mim, porém ainda não havia conseguido manifestar a cura e a libertação real dessa força interna. Querer se curar, ir em direção a cura e realmente a realizar são coisas distintas.

Pensei que estar com mulheres me curaria, reiki me curaria, rodas de cura me curariam, meditações me curariam, decretos me curariam, estudos me curariam, falar sobre isso me curaria…. e de alguma maneira isso realmente me auxiliou, porém uma parte que ainda estava desconhecida precisava se fazer presente para que a completa cura se tornasse estabelecesse, e isso aconteceu com o parto.

No meu caso parir foi um ato de amor, a mim, a ti, a anna, aos meus antepassados, a minha mãe, a minha família, as mulheres, ao feminino, a nós. Parir veio para deixar ir esse sentimento de controle que não mais existe em sua vida, veio com a força da entrega e com a fluidez do rio que se permite vivenciar o que se precisa vivenciar e quando se precisa vivenciar. Veio com a forca de ti, de mim, de nós. Parir veio como a enxurrada que alaga uma estação e remove as cascas das árvores estagnadas a tanto tempo.

E o maternar vem com uma força de amar, vem com o se entregar e o vivenciar. Maternar, ser o ar todo dia, sendo casa, colo, conforto, força, amor e moradia. Maternar, entrar em contato com as sombras que existem dentro de você e entender que elas são a luz que você ainda não se deu por perceber. É trazer o amor que existe a ti dentro do seu coração, é sentir esse coração batendo fora do peito com tanta imensidão. É ser um com todos e se reinventar dia após dia.

Parir e maternar salvaram meu feminino, salvaram minha força interna, libertaram minha vontade e realidade de ser e viver. 🌸

🌷O projeto flor de mãe nasceu para trazer a consciência da responsabilidade em ação no maternar, puerpério, gestação e entendimentos sobre as esferas de uma criação consciente, leve e ativa. Somos aqui!

#maes #maesefilhos #maternidade #maternidadeconsciente #mães #maesunidas #maternidadeleve #maesreais #maternidadeativa #maternidadefeliz #maternidadecomamor #maternidadeafetiva #maternidades #maternidadecomapego #maternidadesemculpa #criacaoconsciente #criacaocomamor

#criacaocomrespeito #maternar #maternarcomamor #maternarconsciente #maternarmaisleve #materno #consciente #amor #thegoldenwalk #despertar #despertardafamilia #sagradofeminino #sagradodaunidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s