A Presença não está, Ela É.

Participante: Você não se cansa de falar sempre as mesmas coisas com as pessoas?

Saulo: Se as coisas são ditas, é porque precisam ser ditas. Se são repetidas, talvez seja porque algo ainda não foi percebido.

Participante: Mas você deve se cansar de algum discurso, pois se eu me cansei de me procurar, imagino você, que fala sobre isso toda a semana…

Saulo: Imagine você sentado neste lugar falando as mesmas coisas: seria chato, não é? E ver as pessoas indo e voltando em suas mazelas da vida… mais chato ainda, não é mesmo?

Participante: Sim.

Saulo: Esse é o apontamento: aqui não existe mais o self. Sentaríamos juntos todos os dias e como Presença, repetiria quantas vezes fossem necessárias o mesmo discurso à você, se existisse uma real busca aí dentro. Se este coração não queima por reconhecer-se, não há discurso que o faça.

Namastê!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s