Eu sou uma pessoa boa. Por onde anda a minha prosperidade?

P: “Oi Saulo, boa tarde! Acompanho seu trabalho a pouquíssimo tempo mas já tenho grande admiração e confiança por você.

Estou passando por um momento bem delicado financeiramente falando. Sou autônoma e meus atendimentos desapareceram. Assisti seu atendimento on line em grupo onde você falava que Deus paga suas contas, para não querermos controlar as coisas mas apenas confiar e entregar, etc (algo assim, se eu entendi bem). Isso tocou muito meu coração e mudei de postura interna imediatamente, respirando confiança que tudo se ajeitaria.

Eis que no dia seguinte, ontem, a vida me trouxe, ou eu me trouxe sei lá, algumas surpresas: uma cliente minha que havia comprado um pacote de sessões no ano passado e não feito uso dessas sessões me procurou pedindo que eu devolvesse o dinheiro a ela. Eu que estava “quebrada” teria agora mais essa, que me virar para conseguir a quantia de dinheiro pra ela que pra mim é alta no momento. Cai, chorei, esperneei mas ainda consegui me reerguer e ter fé que tudo ficaria bem. Aí a noite, recebo a notícia que minha tia, que é foi como uma mãe pra mim em muitos aspectos, após a morte da minha mãe na infância, e que criava meus irmãos mais novos, faleceu do nada, estava ótima e teve um ataque cardíaco, e agora além de toda tristeza do contexto da perda,estou muito preocupada com meus irmãos que não trabalham e dependiam dela para se sustentar além de 16 animais que ela sustentava também em casa.

Estou com muita dificuldade nesse momento de manter a fé que as coisas vão ficar bem, que Deus vai suprir, vai pagar as contas, vai dar um jeito em tudo. Gostaria muito de uma palavra sua se for possível. Não tenho ninguém pra conversar além de familiares. Gratidão e Namastê 🙏”

Saulo: “Andar na Fé é não andar no medo. Quando se frequencia com o medo, somente o que é medo vem até você. Entenda que não é possível plantar arroz e colher feijão. O que acontece é que a maioria das pessoas acredita que irá colher feijão e aguarda ansiosamente o feijão brotar… por incrível que pareça, se frustram porque brota arroz e não feijão. O que quero dizer com isso: você precisa mudar a sua postura com relação a vida, os seus e tudo o que lhe cerca. Não irei dissertar sobre o que é ou não Karma seu; mas sim o que é a Verdade e o Amor por trás de cada desafio: Deus nos coloca “provas” para que nos entreguemos verdadeiramente a essa Vontade e compreendamos de uma vez por todas esses ciclos karmicos que se repetem em nossas vidas, com amor. Enquanto não tivermos o entendimento de que tudo o que chega é um presente, assim como tudo o que se vai; não enxergaremos a Unidade e a benevolência em cada encontro do Divino conosco. Apontar direto: não vibre na ‘vítima’, ative a frequência Divina da Prosperidade & Abundância que É inerente a toda natureza.”

Retiro com Saulo em Búzios de 30/08 a 01/09 de 2019 aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s