Recado do coração

Recado do Coração: Medos, como você os percebe?

Nesses últimos tempos, temos entrado em contato com os medos internos, muitas vezes na nossa vivência, experiência aprendemos a sublimar esses medos. A não entrar intensamente em contato com eles porque entendemos que de alguma maneira eles são negativos, porém, quando entramos em contato com a nossa consciência, e ela esta ciente de tudo o que esta acontecendo, realmente sentimos que bom e ruim se torna apenas uma questão de ponto de vista, pois tudo acontece aqui e agora e essa divisão não existe. O sentimento ele é apenas um sentimento e é extremamente importante entrar em contato com esse sentimento.

Pelo menos nesta experiência, todas as vezes que um sentimento muito forte me continha e vinha para perto de mim, algumas vezes o medo tomava conta e não permitia que ele se esvaziasse, acaba deixando ele de lado e pensava: bom, quando eu tiver chance trabalho com isso. Porém naquele momento em que aquilo esta sendo sentido, se é a chance para se trabalhar com este sentimento. Ate que momento colocaremos no futuro a nossa propria libertação? Porque temos tanto medo de nos sentirmos vulneráveis ou de sentir algo em que a mente categoriza como negativo?

A nossa vivência humana é cheia de fenômenos, e os fenômenos eles vem e vão. Porém se um fenômeno esta vindo a você, é interessante observar o que esta acontecendo, e se permitir sentir, pois estamos em um movimento humano, estamos em um movimento de amor, porém existem ainda algumas cascas para serem retiradas, alguns paralelos para serem entendidos, e esta libertação ela realmente só acontece quando realmente entramos em contato com esses sentimentos.

Entrar em contato com a sombra, abraçar ela e realmente se esvaziar. E porque temos tanto medo de entrar em contato com a sombra? Porque temos tanto medo de entrar em contato com o medo? Muitas vezes aprendemos que esse “escuro” é ruim e que esse medo precisa ser jogado para baixo do tapete, colocando assim uma cara de felicidade e finja que esta tudo bem. Porém enquanto as máscaras caem e entramos em contato com a nossa real essência, entendemos que esta tudo certo. Em meio ao caos existe muito amor também, em meio ao medo existe muito entendimento e há muito o se exaurir.

Então se questione hoje: “O que você esta colocando no futuro e não esta sendo trabalhado agora?”

Porque por algum momento você não se achou confiante, ou não acredita que exista uma força interna para trabalhar esse medo em amor? Você nunca esta sozinho, todos somos um e estamos conectados em egrégora então não tem porque termos medo de libertar esse medo, para que assim se realmente comece a ser feliz. Uma vez me disseram que tudo o que aconteceu na nossa vida nunca foi imaginado. Então porque passamos tanto tempo imaginando e co-criando realidades alternativas que nunca vão acontecer? Ou mais ainda, porque passamos grande parte dos nossos dias co-criando sentimentos relacionados a um medo profundo, ao invés de alterar essa energia para aquilo que eu realmente quero?

Vivemos hoje em uma realidade de co-criação, vivemos em uma realidade de realização com a nova energia que esta ancorada em terra, essa energia ouro, essa caminhada em amor te tras para o conhecimento e o auto-entendimento que você tem toda a capacidade e toda a força interna para co-criar a sua realidade. Então porque colocar tão a frente essa co-criação? Deixando de lado a real auto realização? Porque não nos achamos merecedores? E então como co-criar? Como co-me-çar a cri-ar? Como limpar a sujeira debaixo do nosso tapete e realmente realizarmos o que viemos aqui para ser?

Muitas vezes precisamos dar um passo no escuro para que as coisas começem a se realizar. E esse passo no escuro gera medo porque existe ainda uma necessidade de controle para que se sinta seguro no caminho a seguir, porém se nos permitimos sentir, nunca se teve o controle de nada, nunca existiu o controle de nada, as coisas sempre seguiram o fluxo que precisavam seguir. E então como co-criar e realmente ser o amor nesse fluxo? Porque o fluxo vai continuar independente se o medo irá emperar ou não, o fluxo irá seguir. Então como estar entregue a este fluxo de amor, como estar entregue a essas bençaos que chegam a todo momento a nossa vida, e realmente receber essas bençãos de braços abertos e agradecer? Entrar em contato com o nosso medo interno, é entrar em contato com quem se é tambem, libertar esse medo interno, trabalhar ele em amor e se perdoar por ter sentido isso, é uma auto realização também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s