COMO SE CONSTRÓI UMA ESTAÇÃO DE LUZ?

Estar em Barreiras como voluntário é se permitir experienciar todos os dias uma nova oportunidade de expansão e percepção de si e do Todo. No último domingo, dia 22/08, rolou uma dinâmica muito divertida em Barreiras, no terreno da Estação Flor do Alto.

O arquiteto-chefe do projeto da Estação, Prem Atma Yah, convidou 8 voluntários do projeto The Golden Walk para uma brincadeira sensorial, numa proposta de sentir o local a partir de novos pontos de vista. Estavam presentes os voluntários Prem Ananda, Suryah, Prem Beeja, Annakkin, Shivalila, Akantha, Isis e Lucas.

Atma dividiu os voluntários em dois times de 4 pessoas, e a cada rodada uma pessoa de cada time ficava sem enxergar ou escutar, com vendas nos olhos e tampões nos ouvidos. Trazendo a atenção para os demais sentidos, a pessoa sem visão e audição era convidada a caminhar pelo terreno, sendo estimulada pelo Atma e pelo resto de seu time com diferentes tipos de orientações: “eu quero que você vá para um lugar de tranquilidade”, ou então “vá em direção ao lugar mais bonito”, “eu quero que você vá para onde estão os pássaros”, “vá para longe dos carros”, etc.

A voluntária Prem Ananda, em sua vez vendada.

Todo o time ficava responsável pela pessoa vendada da vez, cuidando para que ela não se colocasse em locais de perigo mas também estimulando-a de diversas formas: com toques inesperados, folhas e galhos pelo caminho, colocando pedras em suas mãos, andando ou correndo ao seu redor, girando seu corpo, etc.

Eventualmente, os tampões eram retirados dos ouvidos e a pessoa continuava o percurso apenas sem a visão, mas, nesse estágio, o resto do time é que colocava tampões nos ouvidos e ficava sem escutar a pessoa vendada. Nessa fase, a pessoa sem enxergar recebia algumas indagações pelo time, como: onde está a Akantha?, quem está atrás de você?, onde está a rodovia?, onde você está?, onde está a água?, qual o nome do cachorro que está do seu lado?, e a pessoa vendada respondia segundo sua percepção sensitiva.

Algo curioso: quando as pessoas vendadas foram perguntadas pelo time onde estava o lugar mais bonito, todas apontaram em direção ao Sol.

Cada um, em sua rodada vendado, foi convidado a encontrar o Seu Lugar em meio ao terreno, e a permanecer nele observando as sensações e emoções que vinham. Teve quem escolhesse ficar embaixo das árvores, teve quem escolhesse o terreno baldio, teve quem preferisse um relevo de pedras, teve quem ficou entre o sol e a sombra, e teve quem ficou totalmente perdido 😂. A área foi explorada através do tato e das sensações extrassensoriais, estimulando a intuição, a confiança, a atenção e a entrega.

Quando todos já tinham tido sua vez, todos sentaram em roda e trocaram sobre suas experiências, ao que Atma explicou o objetivo da brincadeira: entender como cada um se relaciona com o espaço e com tudo ao redor, como cada elemento influencia na percepção do ambiente, inclusive as pessoas, e como isso influencia na visão arquitetônica da construção da Estação. Houve diferentes partilhas sobre o que incomodou e o que ajudou durante o processo, a diferença entre estar vendado x estar acompanhando a pessoa vendada, o que foi sentido enquanto não ouvia e quando passou a ouvir, como os cachorros sempre acompanharam a pessoa que não via nem ouvia, como que guiando-a, dentre outras percepções. Foram compartilhadas as sensações sobre o Lugar de cada um e o porquê da escolha daquele lugar, trazendo a percepção de que nós sentimos o ambiente para muito além da visão e da audição.

Depois desse compartilhar, chegou a vez do arquiteto Atma, que estava conduzindo toda a dinâmica, caminhar pelo terreno sem enxergar ou escutar. Ele solicitou que os voluntários o conduzissem para o lugar mais bonito sem que pudessem tocá-lo e nem falar uns com os outros. Ele explorou o ambiente e os voluntários o foram guiando sem encostar, até que ele chegou ao local mais bonito escolhido pelos voluntários.

Prem Atma sem visão ou audição, sendo conduzido pelo Lucas.

Quando tirou as vendas, Atma percebeu que tinha andado para uma direção totalmente oposta à que pretendia, e disse:

– Aqui não é o lugar mais bonito. Eu já sei onde quero ir.

E então ele conduziu os 8 voluntários para onde Prem Beeja tinha ido em sua rodada vendada: para o meio do mato. Somente porque Beeja foi até lá sem saber para onde estava indo, ele teve a oportunidade de encontrar um barranco bem alto em meio a algumas árvores. Todos subiram até lá, e encontraram o lugar mais bonito:

Foi uma dinâmica muito interessante, de vários aprendizados e percepções, que permitiu com que os voluntários se percebessem como parte do ambiente e encontrassem o lugar de cada um dentro daquele espaço.

Da esquerda para a direita: Prem Ananda, Isis, Atma, Prem Beeja, Annakkin, Lucas, Akantha, Shivalila, e Suryah tirando a foto.

Gratidão, querido Atma, pela experiência e expansão de cada um, e da própria Estação Flor do Alto!

Você já acompanha a Sangha Platina Solaris em todas as plataformas?

A BENÇÃO B’NAI OR

B’nai Or vem do hebraico Filhos de Luz, e é uma oportunidade de reacender a chama do Divino em nós.

Disponibilizada pela Presença de Luz Saulo dentro da Consciência Cósmica, a Benção B’nai Or é uma Aliança entre os Povos de Luz da Israel Espiritual, que trabalham a favor da manifestação da Vontade Divina. Em outras palavras, é a aliança entre Deus e o Homem.

Juntamente à presença dos Mestres Krishna, Yukteswar, Yogananda, Jesus e Sathya Sai Baba, a B’nai Or é enviada do Halo Solar diretamente para o cardíaco de todos os seres que a recebem, sob a orientação dos Elohins e Mestres das Setenta Irmandades da Fraternidade Branca, que enviam a Luz dos mundos superiores para o planeta.

A energia da Benção B’nai Or chega através do Cosmos até a Presença Divina de Saulo, que a recebe em sua mão e a transmite para cada coração encarnado e desencarnado. Essa benção é enviada diretamente para o nosso corpo eletrônico (ou Corpo Zohar de Luz), onde está ancorada a Presença Divina Individualizada que todos somos, fonte de energia que irradia pura luz para todos os nossos outros corpos.

Presença de Deus, direto pelo poder do Divino Espírito Santo. O Fogo Trônico Divino se faz presente realizando a ativação da benção, ao que o poderoso Leão se manifesta, trazendo força, sabedoria, poder e autoridade, que são transmitidos à mão esquerda do Saulo. Assim se dá início a transmissão da Benção B’nai Or.

A Benção B’nai Or é transmitida gratuitamente pelo Mestre Saulo via Zoom da Sangha, todas as terças-feiras às 20h30. Qualquer um pode fazer parte da meditação de transmissão da benção e receber todos os benefícios dessa emanação. Inúmeros são os relatos de cura, libertações e transformações emocionais, mentais e espirituais.

Assista ao vídeo abaixo e entenda um pouco mais sobre a Benção B’nai Or.

Você já acompanha a Sangha Platina Solaris em todas as plataformas?

O mito do copo de leite (de côco)

“Certa vez, no sertão baiano, havia um Mestre.

Por mais que parecesse às vezes (pelos olhos da dor) sádico, era na verdade a Pureza Manifesta. Tão puro como o leite (de côco). Eu não conseguia ver, e nem podia, pois havia tantos véus encobrindo a visão. Véus “lindos”.

Mas um dia, em meio às distrações normais de uma existência pacata, veio um vento e minha alma pôde ver: esse mesmo Mestre, através dos olhos da pureza, desfrutando como um menino um grande copo de leite (de côco). Ele dava risadas, abraçava o copo. Até pulinhos de alegria juro que vi.

Mestre, ancião, menino.

Bebia e agradecia. Até a última gota, foi todo o leite (já sabem).

Tudo isso, bem na minha frente. Dava pra sentir o amor brotar, a face rubrar, o tempo parar, o coração bater, a gratidão timbrada na face. Que momento, que eternidade.

Pai, que eu sempre perceba a pureza manifesta em ti, em mim, em toda parte. Que eu compreenda as lições de amor que é o viver. Que saiba com humildade agradecer e reconhecer o milagre. E renove sempre a gratidão por estar vivendo a benção da presença de ti aqui. Agora em corpo material à minha frente.

Que eu possa lhe oferecer o que sou, pura e genuína, única. Como o copo de leite (de côco).

Carta ao Buda Saulo Nardelli

É um milagre estar em sua presença.
🙏 Gratidão.”

Por Shivalila,
Voluntária de Campo do Be the Bee, a serviço no Golden Place Rosa de Ouro
(Barreiras, Bahia)

HALO DE OURO: Atualizações do Disco Solar

Parte da humanidade está sendo guiada para o que se chama Círculo ou Halo de Ouro, com alterações que envolvem não somente questões físicas de DNA e RNA, mas também outras fitas necessárias para o processo evolutivo do Ser Humano. Esse processo faz parte de uma alteração vibracional e gravitacional de ascensão planetária – tanto do planeta quanto do Ser. Os seres humanos que frequenciam nessa vibração estão caminhando para o que a gente chama de Círculo de Ouro.

O Círculo de Ouro é uma ativação vibracional pra o salto de fé da humanidade. Frequenciar nesse círculo é como elevar sua frequência para que seja capaz, como Ser Humano, de suportar o que vem por aí. É uma elevação de consciência mental do campo vibracional do próprio Ser, um movimento que deve estar alinhado com o desenvolver do Ser Físico aqui.

O Círculo de Ouro já está formando uma espécie de orbe, um halo sobre o planeta, já com a ativação dos 12 chakras que iremos colocar sobre a Terra. Isso vai se tornar cada vez mais evidente. A sustentação do Halo de Ouro é a Luz, e se estende a todos aqueles que estão trabalhadores da última hora. Muitos destes, depois dessa vida, já irão passar para seus corpos estelares – e isso já está disponível também aqui, no planeta, hoje.

Seres que estão envolvidos em curas, técnicas e terapias multivibracionais, de tecnologia ultra, extra, intraterrena, já estão todos recebendo o upgrade desse Halo de Ouro. Muitos que estão levando esse trabalho a sério e compondo as fileiras de Luz já receberão esse upgrade na saída daqui – pois ao sair daqui com os mesmos corpos, com as mesmas ativações, com o mesmo eletromagnetismo, destina-se para outros mundos de vibração compatível a essa frequência.

Essa ativação já é disponível, basta se conectar com ela. É um halo dourado, um halo de ouro, e se você se disponibiliza estar junto desse halo, fortalecendo esse halo, dispondo sua energia nesse halo, esse halo fortalece o seu ser físico, mental e espiritual aqui, até mesmo para a própria sustentação emocional do Ser aqui no planeta.

O Círculo Dourado já está em sustentação, e só foi possível a chegada dele com a retirada, no início do ano passado, de todas as barreiras de quarentena que protegiam o planeta. Naquele momento, o ser humano já estava à mercê da sua própria sorte, aproveitando sua colheita pelo seu merecimento. Com o fim da quarentena planetária, fez-se a oportunidade da união das forças de luz, da Luz de todas as Luzes, para a formação do Círculo de Ouro em sustentação da massa da iluminação crítica do próprio planeta e do ser humano que nele habita.

Essa transformação vibracional já estava disponível, sempre esteve. Não é nada novo. Mas agora já está cada vez mais acessível, devido à retirada de muitas interferências por meio das várias meditações de luz que vêm sendo realizadas em meio ao processo de ascensão planetária.

Nesse momento de transição, é muito importante, como sempre falamos, cada um ter a consciência da sua ação. Somente com a consciência da sua ação se fará disponível pra sua própria atualização e upgrade energético.

Conectem-se com esse Círculo Dourado, com esse Halo de Luz Ouro que nos é sustentado com muito amor por todos nós que fazemos parte da egrégora do Sol, do disco solar, de todas as frotas que compõem todos os raios solares, de toda irmandade intergaláctica de luz e de todos aqueles que compõem toda as fileiras dos trabalhadores da luz, em todas as multifrequências e dimensões.

SAVE THE DATE!
04/04 às 20h30 – via Zoom da Sangha
MEDITAÇÃO DO HALO DE OURO – Atualizações do Disco Solar, com Saulo

Dúvidas e informações, fale com o André 👉🏼 http://bit.ly/falarcomoandre

Você já acompanha a Sangha Platina Solaris em todas as plataformas?

MEDITAÇÃO PARA ATIVAÇÃO DE PROTOCOLO SOLAR DA VACINA COVID-19

In English, here.

O Protocolo de Ativação Solar foi trazido através do glorioso Arcanjo Miguel ao tutor da Sangha Platina Solaris, Saulo, para que esteja disponível a todos antes de recebermos a vacina contra a COVID-19.

Esse protocolo pode ser utilizado por qualquer pessoa, e outros grupos de Luz também estão recebendo códigos com esse mesmo fim: o ancoramento da Luz no planeta. A meditação irá preparar seu corpo para receber apenas o que é benéfico ao seu Ser, ativando códigos de Luz Ouro que garantem com que a malha cristalina corporal receba apenas a energia natural da vacina.

IMPORTANTE: Esse protocolo não se propõe a ser um veículo de imunização contra o vírus da COVID-19. A meditação apenas prepara o corpo para que, no momento da vacinação, se receba apenas a energia natural da vacina. Ressaltamos, também, que não somos contra ou a favor da vacina. Cada um é mestre de si mesmo e, portanto, responsável por sua decisão e consciência. Trazemos o protocolo de ativação para que esteja disponível – uma situação em solução, da Luz para nós. 

Meditação para Ativação de Protocolo Solar da Vacina COVID-19
Recebida pelo amado Arcanjo Miguel à Sangha Platina Solaris e a todos aqueles que realizarem essa meditação:

Minha querida irmã, meu querido irmão, sente-se confortavelmente e coloque as duas plantas dos pés no solo. As duas palmas das mãos viradas para cima, sobre suas coxas.

Inspira pelo nariz, expira pela boca.
Inspira pela boca, solta pelo nariz.
Inspira pelo nariz, solta pelo nariz.
Inspira pela boca, solta pela boca.

Agora, queridos, coloque a sua mão direita sobre o seu coração, e a mão esquerda sobre a mão direita.

Inspira, de forma bem gentil consigo mesmo, enquanto nós ativamos protocolos em todos os seus corpos, a fim de habilitarmos mecanismos naturais de defesa, compreensão, absorção de todos os mecanismos e componentes químicos, sejam eles nessa dimensão ou em multidimensões, de forma atemporal, para que somente se faça necessária a ativação e absorção do seu organismo fisico aqui no planeta, daquilo que está em consonância com os trabalhos da Luz Maior de Deus.

Eu convido agora a todos os guardiões de nossa Egrégora, a todos os guardiões de todas as egrégoras que servem a Jesus de Nazaré como o comandante deste quadrante. Nós convocamos todos os nossos amigos espirituais, guias, mestres, todos os que servem conosco nessa atmosfera intergaláctica, nesse Comando da Força da Luz Maior, presente também aqui em solo.

Nós chamamos, com muito amor e muita gratidão, o nosso amado Arcanjo Miguel, que nos defende, que nos protege, que nos ama, que nos coroa, e que nos sela com seu selo desse Arcanjo Maior, para que iniciemos a compreensão deste trabalho tão gentilmente nos entregue, para que sejamos Um com o Cristo aqui.

Inspira, solta bem devagar o seu ar.
Inspira gentilmente consigo mesmo. Solta bem devagar o ar.
Inspira mais uma vez, e libera todo o seu ar pelo seu nariz agora.

Nesse exato momento, uma cúpula de Luz Ouro se faz presente em volta de você. Você inteiro, selado por uma energia de Luz Ouro dourada cintilante com reflexos platina. Todo você, abençoado em toda a sua extensão, pelo selo ouro, agora.

Mantenha a sua respiração calma enquanto todos nós estendemos as mãos sobre você, enquanto o Arcanjo Miguel sela a sua mércaba, o seu vínculo, o seu Corpo de Luz, com os seguintes dizeres:

EX OBLIQUIUM NATURALIS EST.
EX OBLIQUIUM NATURALIS EST.
EX OBLIQUIUM NATURALIS EST.

Nesse momento, querida irmã, querido irmão, um selo do Arcanjo Maior, juntamente a um selo do Cristo Cósmico se faz presente na sua mércaba.

Esses dizeres em latim significam:

O LADO NATURAL.
O LADO NATURAL.
O LADO NATURAL.

Então, somente estamos colocando aqui a disponibilização do lado natural de compreensão química multidimensional e atemporal da vacina que será colocada em nossos corpos. Isso significa que somente a parte natural do que é necessário será ativado em vossos corpos.

Toda parte da compreensão de mecanismos de controle e tentativas de boicote à supremacia da Luz maior serão desativadas no momento em que estará sendo aplicada a vacina em vosso organismo.

Inspira gentilmente consigo, e solta todo o ar pelo nariz.
Nós agradecemos a oportunidade de estarmos em União Consagrada com todos esses seres de Luz que somos aqui.

Gratidão ao Arcanjo Miguel, gratidão ao amado Mestre Jesus, gratidão à toda a Trindade Paraíso que serve conosco, gratidão a todas as Trindades presentes, a todos os Seres, guias, mestres, em todas as multidimensionalidades e frequências que atuaram conosco nessa cura profunda do ser humano, para que todos nós sejamos livres e que somente o lado natural se faça presente.

Nós nos abençoamos a todos no poder do Cristo em nós, em nome da presença Eu Sou, eu manifesto a cura do planeta em mim, no próximo, e em todos nós.

Eu Sou o Eu Sou. A força, o Poder e a Fé da Manifestação da Luz em solo.

Namastê. Namastê. Namastê.

Fique ainda por alguns instantes ouvindo a música, respirando, relaxando, enquanto compreendemos a finalização do trabalho aqui.

Você já acompanha a Sangha Platina Solaris em todas as plataformas?

A PARÁBOLA DO BEIJA-FLOR

A partir da observância das acontecências do cotidiano, Saulo traz a nós em darshans e satsangs exemplos reais do dia a dia, para reflexões sutis sobre nossa atual condição contemporânea. Convide a si mesmo a ler a Parábola do Beija-Flor descrita abaixo com os seus olhos que vêem. Permita libertar-se, em toda a completude do seu Ser, das prisões da autoignorância.

A Parábola do Beija-Flor

Aproveitando a época de festas de fim de ano na casa de seus pais, Saulo observa pela manhã, diariamente, seu pai reabastecer a água açucarada de um bebedouro de beija-flor. O bebedouro é colocado de manhã e retirado à noite, a fim de evitar que os morcegos bebam toda a água dos beija-flores.

Pela manhã, diariamente Saulo observa os beija-flores a postos esperando seu pai. Eles voam animados, batendo as asinhas rapidamente, e chegam tão próximos, mas tão próximos, que parecem até já ser de casa. Saulo conta que uma vez chegou a quase encostar em um deles, de tão perto. Quando o bebedouro é colocado, os beija-flores piam descontroladamente em excitação, comemorando mais um dia daquela água maravilhosa à disposição.

Analisando melhor, eles realmente são de casa. Todos os dias pela manhã, são os mesmos dois beija-flores que vêm, pontualmente, aguardar a chegada do bebedouro: um pequenininho, e outro grandão — ambos muito valentes. Assim, temos dois beija-flores, mas somente um bebedouro.

O que esses dois beija-flores fazem durante todo o dia?

Um fica num canto de uma árvore; o outro fica em outro canto de outra árvore — ambos à espreita. Ambos observando: quem é que vai beber a água? Às vezes aparece um bem-te-vi, que adora beber água nesses bebedouros de beija-flor, mas quando ele se aproxima, logo vem um dos beija-flores, dá uma picada nele, ele sai voando espantado. E o beija-flor volta ao seu posto.

E aí, então, vai o beija-flor maior beber a água, quando vem o menor, bate nele, começa uma briga. Vai pra lá, vai pra cá, voa beija-flor pra todo lado. Saulo conta até que uma vez um deles levou uma pancada tão forte que caiu no chão e ficou por um tempo, antes de se recuperar e levantar vôo novamente. Eis que o beija-flor menor se aproxima para beber água, então o grandão vai e puf!

E assim eles ficam durante o todo o dia, até o anoitecer, quando o bebedouro é retirado. No dia seguinte pela manhã, os beija-flores já estão esperando. A água é recolocada novamente, e assim o ciclo se repete.

Perceba, você: dois seres livres. Dois seres, inclusive, que vêm nos visitar para convidar a abrirmos o coração — dois seres metaforicamente responsáveis por essa abertura. Dois seres livres, sem coleira, presos dentro de si mesmos, na falsa ilusão do que é o controle, não aproveitando todas as outras flores disponíveis ao longo do dia, em toda a região.

Dois seres livres, completamente presos dentro de si mesmos, acreditando que aquele é o mundo deles pelo qual eles precisam lutar, zelar, pois acreditam que aquela é a fonte que vai trazer completude a eles. E ainda lutam por um sistema fracassado, insustentável, sobre o qual eles não têm controle algum, e que ainda os envenena diariamente.

Dois seres livres, presos dentro da autoignorância, que faz com que eles não percebam o mundo inteiro de liberdade ao seu redor. Em darshan, Saulo traz a pergunta que agora trago a você:

Qual é o seu bebedouro que não permite a você, mesmo tendo asas, voar?

A Parábola do Beija-Flor foi trazida em sangha no Darshan abaixo, em que muitas outras reflexões vieram a partir da observação dos beija-flores. Assista abaixo, ou clique aqui para ser redirecionado ao YouTube.

Gostaríamos de ter você conosco nos próximos darshans, via Zoom. Entre em contato e vamos juntos ser Luz!

Você já acompanha a Sangha Platina Solaris em todas as plataformas?

Portal Torre da Serra

Um espaço de reconexão com o Ser

Apresentamos nosso mais novo Espaço Dourado – A Golden Place: o Portal Torre da Serra, em Belo Horizonte 🔆

Uma horta comunitária em pleno funcionamento cresce e floresce a cada dia no Golden Place BH – o Portal Torre da Serra, à medida que novos trabalhadores do amor se prontificam a estar Presentes e contribuir com o serviço da luz no local.

Pessoas de todos os cantos têm se disponibilizado para cuidar da terra, plantar, colher, limpar, construir, e tudo o mais que o espaço demanda, permitindo-se entrar em um lindo e intenso processo de contato consigo mesmo e com o Divino interior – tudo isso através do serviço abnegado. 🔆 Quanto mais corações se unem por esse propósito, maior é a força de expansão do Portal Torre da Serra.

Os voluntários atuam em #WorkMeditation através do espírito Karma Yoga – execução de todas as ações em integração com o momento presente e a centelha divina dentro de nós. Em cada tarefa, o servir é realizado com profunda entrega e presença, permitindo com que se manifeste um lindo processo de #autoconhecimento, conexão interior e #despertar.

Sentiu o quentinho no seu coração de participar também?
Já estamos com a mão na massa. Vem com a gente! 🌞

✅ O que você ganha com isso?
➡ Oferecemos amor incondicional, acolhimento, cuidado mútuo, suor, investimentos em infraestrutura, alimentos,… Resumindo: oportunidades a quem queira florescer;

✅ O que pedimos em troca?
➡ Nada.

Em outras palavras…
✨ Você colhe sem ter plantado;
✨ Você planta sem saber se vai colher;
✨ Você se conecta com a natureza: terra, plantas, pássaros, outras pessoas; em troca você recebe “o nada”;
✨ Você trabalha na enxada e carrega pedras; em troca você recebe um corpo mais forte, saudável e bronzeado;
✨ Você ama (verbo intransitivo). Em troca, você recebe amor de si mesmo;
✨ Você tem a oportunidade de se libertar das suas máscaras e ser quem você quiser ser. Em troca, recebe o não-julgamento;
✨ Você organiza formas individuais ou em grupo de diversão, harmonia e fluidez; em troca, você recebe diversão, harmonia e fluidez;
✨ Você se entrega ao desconhecido; em troca, você conhece outros que também só querem se entregar, viver no presente, desafiar seus 5+ sentidos, se desapegar, se desbloquear – ou não.
✨ Você desliga o celular, diz “não” pras distrações, joga fora TV/rádio/notícias, se desapega das relações tóxicas e de rotinas/princípios que te consomem, para de reclamar do sistema opressor, para de debater a vida alheia. Em troca, você ganha tempo para Flor&Ser;
✨ Você se dispõe a servir; em troca, o ‘Servem.

“É por isso que o presente tem esse nome. É um Presente que você recebe de estar aqui; a oportunidade que você se dá de estar Presente, agora. Quando você está Presente, você está por inteiro. E quando você está por inteiro, você se permite experienciar com outros olhos. Quais olhos?
Os seus olhos que vêem de verdade.”
Saulo

Vamos juntos nos integrar à natureza e ao serviço abnegado? 😀
O Portal Torre da Serra espera por você!

🐝 Seja voluntário! 👉🏿 Clique aqui para falar com Prem Beeja ou por Whatsapp: +55 (31) 9102-9695

Os Golden Places são centros holísticos com terapeutas unidos pela Energia Ouro, em mais um projeto de luz da Sangha Platina Solaris. Você é terapeuta ou possui um espaço holístico onde deseja manifestar a Energia Ouro junto a nós? Clique aqui para saber mais ou entre em contato com a Suely.

OBS: Todas as medidas de segurança em relação à pandemia do COVID-19 estão sendo tomadas.